quinta-feira , fevereiro 27 2020
Casa / Cultura / Movimento Supernova representa na Audiência Pública da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura

Movimento Supernova representa na Audiência Pública da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura

Na última quarta-feira, 29 de julho de 2005, aconteceu a Audiência Pública com a Comissão Nacional dos Pontos de Cultura e com o Ministro da Cultura Juca Ferreira.

O Movimento Cultural Supernova de São Sebastião enviou dois representantes, devana babu e Nanda Pimenta, para acompanhar de perto e participar desse importante momento para o desenvolvimento do projeto cultural brasileiro pelos próximos anos, para sua democratização e envigoramento das ações culturais espalhadas pelo brasil.

Além disso, foram feitas várias parcerias e contatos interessantes para a cidade.

O objetivo do encontro foi estreitar os diálogos entre as partes para a construção de uma agenda permanente de trabalho com o Ministério da Cultura (MinC). A Comissão pede a implementação efetiva da Rede Cultura Viva. De Brasília, o grupo seguirá para a cidade de Alto Paraíso (GO), para participar da 15ª edição do Encontro de Culturas, que será realizado até domingo (1º).

“O programa Cultura Viva e os pontos de cultura fazem parte do conceito que nós temos da abrangência da cultura, da importância da diversidade, da relação do estado com a sociedade na área cultural”, comentou Juca Ferreia. “O programa não pode perder a autonomia, nem acenar para a perda de protagonismo da sociedade. É um erro transferir a dinâmica que vocês representam em seus territórios para o Estado. Se não, em vez de fortalecer, vamos enfraquecer”, argumentou. Quem tem o poder e a possibilidade de construir uma sociedade generosa e democrática é o povo brasileiro. E a expressão popular é o que dá liga, é o que faz com que a gente se reconheça na diversidade, como parte do mesmo povo e com os mesmo direitos”, disse o ministro.

A Política Nacional de Cultura Viva foi criada em 2014 para garantir a ampliação do acesso da população aos meios de produção, circulação e fruição cultural a partir do Ministério da Cultura, e em parceria com governos estaduais e municipais e por outras instituições, como escolas e universidades.

Sobre a expansão da PNCV, a secretária da Cidadania e da Diversidade Cultural, Ivana Bentes, explicou que a autodeclaração dos Pontos de Cultura será decisiva para mapear a extensão desses fazedores de cultura. Será lançada, em 2 de outubro, uma plataforma para a realização da autodeclaração.

Em 22 de julho de 2014, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 13.018, que institui a Política Nacional de Cultura Viva, simplificando e desburocratizando os processos de prestação de contas e o repasse de recursos para as organizações da sociedade civil. Existem mais de 3 mil Pontos de Cultura em todo o País, que reúnem em suas ações cerca de 8 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

 

 

matéria de S2 News com recortes de Portal Brasil

Sobre S2news