segunda-feira , maio 20 2019
Casa / Cultura / Crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte realizam Festival de arte e cultura em São Sebastião.

Crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte realizam Festival de arte e cultura em São Sebastião.

 

Por: Isaac Mendes

O 26º Festival artístico-cultural da Brinquedoteca, foi lindo! Um verdadeiro resgate da cultura dos povos originários e africanos por meio da arte. Aconteceu nesse sábado (08.12.18).

O ano de 2018 foi intenso e repleto de atividades, brincadeiras, jogos, oficinas, encontros e saídas de campo, para as crianças do Ponto de Cultura Ludocriarte. Ao longo do projeto RAÍZES – PERCURSOS CULTURAIS E FORMATIVOS NO OLHAR DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES, os participantes puderam conhecer mais sobre a formação do nosso povo e o quanto é rica a diversidade cultural brasileira. Uma grande aventura cheia de descobertas, onde o protagonismo das crianças foi o grande destaque.

Durante o Festival, foram exibidos 5 videoclipes de músicas criadas pelas próprias crianças. Além dos videoclipes os pequenos artistas também cantaram e tocaram ao vivo algumas canções. Elas aproveitaram a ocasião para lançarem o livro digital Nossas Raízes Multicoloridas, disponibilizado no site da Ludocriarte, e ainda assumiram o palco para contracenar a peça A lenda dos irmãos Watikoba, baseada em uma das histórias do livro. As oficinas de percussão, ministradas pelo professor Sherwin Morris, resultaram numa belíssima apresentação de Nyabinghi, um ritmo africano que aborda filosoficamente o amor a todos os seres humanos. “Esse é o resultado do trabalho que nasce de pessoas que acreditam na inclusão, no amor, na esperança! É vivo e é lindo!”, diz Maria Luciana, mãe de duas crianças que participam do projeto.

O público foi surpreendido pelo entoar, das crianças, de uma linda canção do povo Guarani-Mbyá e por uma emocionante homenagem a dois grandes representantes negros da música popular brasileira: Elza Soares e Milton Nascimento. Para fechar com chave de ouro, com muita ginga e presença, elas arrasaram com passinhos coreografados ao batuque de ritmos afro-urbanos. Obras de artes-plásticas, produzidas pelas crianças ao longo do ano, ficaram expostas ao longo de todo o evento. “Fiquei muito orgulhosa com a produção competente dos nossos meninos e meninas”, relata Maria Lucia Moraes Ono (70), uma das colaboradoras da Associação Ludocriarte.

O registro fotográfico ficou sob a responsabilidade dos adolescentes do curso de Fotografia ministrado pelo professor Cristiano Silva. Alguns desses adolescentes, inclusive, participaram da brinquedoteca quando crianças. O jovem apresentador do Festival Daniel Araújo é um bom exemplo dessa trajetória. Em 2017, ele integrava o grupo Tamanduás e hoje atua como monitor voluntário de brinquedistas e esbanja talento e simpatia.

A atuação da equipe de arte-educadores, foi primorosa. Apresentaram a temática, conduziram as atividades e proporcionaram aos participantes um espaço de aprendizagens lúdico e amoroso. Para Isabela Lêda, psicóloga e parceira da Ludocriarte, “é muito emocionante acompanhar a trajetória da Ludo e ver trabalhos tão lindos. Eles explicam o reconhecimento cada vez maior de prêmios e indicações e eu tenho certeza que mais está por vir!”.

Neste ano, as atividades do Ponto de Cultura Ludocriarte encerraram. Mas em 2019 a aventura brincante continuará com oficinas de música, cultura digital e contação de histórias. Uma realização financiada com recursos do FAC (Fundo de Apoio à Cultura). Maiores informações acesse: www.ludocriarte.org

Sobre Isaac Mendes

Isaac Mendes é Pedagogo, arte educador, músico e coordenador do Movimento Cultural Supernova