quinta-feira , novembro 21 2019
Casa / Devana Babu / A Bicicleta do Chiquinho

A Bicicleta do Chiquinho

Jà faz muitos anos que ando para cima e para baixo com chiquinho, às vezes.

Nunca vi chiquinho trancando a bicicleta.Nunca!

Mas não se trata meramente de de guardar a bicicleta, mas não usar a corrente. Chiquinho simplesmente estaciona a bicicleta em qualquer lugar, de qualquer jeito, em qualquer circunstância, sem a menor preocupação.

Se vai ao brandão, tomar uma dose, ele estaciona ela bem ali, no meio da calçada, apoiada no pezinho. Entra, vai ao banheiro, volta, vai no mototaxi prozear com nilso, vai à casa caipira comprar rapé, volta, e a bendita magrela continua lá, intacta. Alguém dirá: “mas o brandão fica olhando”. Tenho certeza que o brandão não fica olhando, mas temos outros exemplos.

Se vamos ao Supermercado União usar o caixa eletrônico, chiquinho deixa a bicicleta ali, de qualquer jeito, no meio da muvuca, e quando voltamos… a bendita está intacta. Se vamos a um barm na lotérica, na casa de uma amigo… chiquinho deixa a bicicleta destrancada no meio do nada e… nuca, nunca,nunca foi roubado. Eu fico absolutamente abismado!

– chiquinho, você não tem medo que roubem sua bicicleta? õ.Õ

– eu não. ^^

Penso: Chiquinho só pode ser uma pessoa muito zen (afora a pirraça). Ele é o dono da cidade, ele se lança a ela, ele se larga, e sabe que se ele não alimentar as preocupações, as preocupaçãos jamais o afetarão. ele não depoisita e não atrai más energias. “é tudo questão de energia”, papai vive dizendo. Chiquinho jamais se preocupou com nada e sua bicicleta jamais foi roubada.

Um dia estacionei minha bicicleta na escada da lanhouse, trancada com um grosso cadiado. A cada dez minutos ia ver se ela estava lá. Da última vez que olhei, ela não estava mais lá.

Jà faz muitos anos.

 

Sobre devana babu

devana babu
devana babu é músico, compositor, poeta e etc. estuda jornalismo na UnB, trabalha como repórter estagiário na revista traços e edita o site S2 News. odeia maiúsculas, mas usa, quando é preciso.